A dor é normal?!?!?

Muitas vezes a experiência da dor é muito maior que a lesão tecidual. Pense em uma mãe que perdeu o filho que tanto ama... A dor emocional é impalpável e em alguns casos existem também uma dor física inexplicável, se formos buscar alguma justificativa tecidual. Confira este texto sobre dor!
A dor é normal?!?!?

As coisas causam dor... a vida pode doer.

Muitas vezes a experiência da dor é muito maior que a lesão tecidual. Pense em uma mãe que perdeu o filho que tanto ama... A dor emocional é impalpável e em alguns casos existem também uma dor física inexplicável, se formos buscar alguma justificativa tecidual.

Em outros casos, a dor pode simplesmente surgir com o tempo, como acontece com inúmeras pessoas muito ocupadas, as quais não levantam da cadeira do trabalho para nada, neste caso “A DOR” somente implora por movimento.

Independente do motivo, o que importa é que seu cérebro concluiu que os tecidos do seu corpo estão ou poderão estar em ameaça. Desta mesma forma, o medo de sentir dor, de realizar movimento, o exagero depositado nas alterações teciduais, principalmente das degenerações (artroses, hérnias discais) ou patologias em geral, nossas crenças, comportamentos e emoções, todas interpretadas pelo nosso querido cérebro são importantes no processo da dor.

É importante diferenciarmos uma dor que apareceu por um motivo específico e da mesma forma foi embora, de uma dor que sempre aparece ou que nunca vai embora e tende a piorar com passar dos dias, limitando suas atividades.

Quando a dor persiste, sem melhora, é difícil enxergar os seus benefícios. Mas, lembrem-se: quando a dor é crônica e desagradável é porque o seu cérebro, de forma subconsciente, entende que você está sobre alguma ameaça de perigo.

É de extrema importância salientar que a intensidade da dor que você sente não necessariamente esta relacionada com a quantidade de lesão tecidual que você sofre.
Lombalgias e dor de cabeça estão entre as dores mais comuns dos seres humanos.

Se você está sentindo dor neste momento, tenha certeza que não está sozinho, pois mais de 20% da população mundial tem dores que perduram por mais de 3 meses, além disso, mais de 85% da apresenta ou já apresentou dor lombar um dia.

Porém, pesquisas atuais e de ótima qualidade mostram com muita clareza que pessoas com alterações discais (independente do tamanho e grau) podem NÃO apresentar dores alguma. Aí você se pergunta, como assim?

Pois, é! Isso deveria ser uma ótima conclusão e te deixar muito feliz, pois muitas mudanças em nossos tecidos simplesmente ocorrem por estarmos vivos, e VOCÊ pode ter certeza, que não está condenado a sentir dor o resto da vida, como já deve ter escutado por aí... “essa dor é normal, você deve conviver com ela”. Esses tipos de alterações quando bem tratadas não impedem em nada que a pessoa mantenha uma vida normal.
Aqui na Clínica Reacciona já ajudamos milhares de pessoas a ter uma vida normal, voltando a fazer as atividades do dia-a-dia, exercícios físicos, realizar suas atividades profissionais ou simplesmente poder pegar e brincar com seus filhos e netos.

Nosso corpo tem capacidade e substâncias para modular e amenizar a dor. E isso é sensacional, pois todo poder de cura está em nosso organismo só precisamos entender o que está acontecendo em todos os aspectos, ou seja encontrar a CAUSA do problema.

Sem dúvida a osteopatia é uma ótima ferramenta para atuar e contribuir na melhora das dores, principalmente, quando associado a atividade física e a bons hábitos de vida!

Compartilhe com quem precisa – vamos juntos mudar o foco para saúde e esquecer um pouco a doença.

Fique atento vamos continuar falando sobre DOR e ainda dar dicas que possam te ajudar!

Autor: Leandro Reche, Fisioterapeuta Osteopata da Clínica Reacciona.

Reacciona
31 de Janeiro de 2018

Mais Artigos

Ver todos
Clínica Reacciona    Av. Independência, 350 Sala 113 - 11º Andar  Piracicaba, SP     Fone 19. 3375 2400
Reacciona Saúde & Performance     Rua Dona Eugênia, 775  Piracicaba, SP     Fone 19. 2534 2400
desenvolvido por Index Soluções